22 janeiro 2015

Fanatismo - uma distorção dos afetos

Por 
CARLOS AUGUSTO GALVÃO
Psiquiatra      
São Paulo - SP
carlosafgalvao@terra.com.br








FANATISMO - UMA DISTORÇÃO DOS AFETOS

O Pensamento humano é a principal dotação da natureza para que o homem chegasse ao topo da escala evolucional, mas, muitas vezes, sofre distorções causando situações com-portamentais que jamais podemos ver nos animais inferiores.

Por sermos mamíferos sociais, também recebemos da mãe natureza os afetos, que, ao contrário dos animais inferiores, são complexos, muitas vezes perturbadores, e também podem provocar reações das mais diversas, desde a alegria de interagir com alguém de nosso agrado, até reações de violência. Também observamos violência em animais inferiores devido a afetos; Por exemplo, o cãozinho de uma família, fica muito perturbado com o nascimento de uma criança nesta família, e chega a desenvolver ciúmes dela inclusive com reações violentas.

No homem, o amor e o ódio são res-ponsáveis por muitas das mazelas que observamos na humanidade. Já disseram os filósofos, com ampla repercussão na produção dos poetas, que estes dois sentimentos estão muito próximos, são as duas faces da mesma moeda.

De fato o amor pode rapidamente se transformar em ódio avassalador, quando, por exemplo, um conjugue é descoberto traindo seu par, e outras situações similares. Mas é no fanatismo que observamos com mais nitidez esta proximidade.

Para haver fanatismo, precisa haver muito amor seja em direção a um país, a um time de futebol, ou a uma religião. Jesus Cristo, o ser humano que mais pregou o amor segundo o que diz a história, deixou legiões de seguidores, muitos se tornaram fanáticos pelos Seus ensinamentos, e desenvolveram ódio em relação a Seus não seguidores e de uma forma total; então num rápido olhar para o passado, vemos guerras, assassinatos e outras barbaridades cometidas em Seu nome.

Passado? Até há décadas atrás, o mundo seguia inseguro por haver dois blocos de nações que disputavam a hegemonia política no planeta terra. Vivia-se sob a ameaça de destruição da terra, se estas duas nações resolvessem usar suas armas nucleares. Hoje mudou... uma das nações não conseguiu manter a corrida armamentista, e a humanidade pensou que entraria em séculos de paz, mas qual... O fanatismo religioso cuidou de destruir esta doce miragem.


Sem dúvida que observamos razões e ensinamentos válidos em todas as religiões que existem na terra. Todas procuram promover a evolução espiritual do homem e com isso favorecer a busca pela felicidade. Mas entra aí a distorção do fanatismo, que age de uma forma que não encontra respaldo em nenhum texto religioso.

Nem todos se tornam fanáticos insanos. Claro que em populações revoltadas, e principalmente em pessoas ignorantes, há mais chance de aparecerem indivíduos fanáticos desmedidos; mas entram também aí outros componentes: o caráter e o conteúdo de cada um. Nem todos os torcedores do Corínthians, por exemplo, desejam a morte dos palmei-renses; mas existem estas pessoas, cuja ignorância e egoismo não os deixam ver que o Palmeiras é importante para a existência do time deles justamente por ser o maior rival. O fanatismo os deixa cegos.
___________________________

_____________________________

Nenhum comentário:

DIA DO PROFESSOR

Dia dos Professores No dia 15 de outubro, comemora-se em todo o Brasil o Dia do Professor. Nessa ocasião, costuma-se fazer homenagens e...