23 janeiro 2015

Princípio vital

Por:
MARLENE TEIXEIRA DE QUEIROZ SILVA
Terapeuta Homeopata e Matemática
Uberaba - MG
mtqs@terra.com.br









PRINCÍPIO VITAL

Marlene é mestre em matemática. Em seus estudos para tornar-se também uma terapeuta homeopata, criou e está aperfeiçoando um aplicativo para computadores que, baseado em cálculos matemáticos feitos a partir da anamnese dos pacientes, busca identificar o simillimum, ou o medicamento ideal para tratar as doenças através da homeopatia. Para compreendermos melhor ela apresenta algumas informações do seu projeto.     

HOMEOPATIA
É uma ciência com métodos terapêuticos que faz a aplicação clínica da Lei da Similitude, utilizando substâncias medicamentosas em doses infinitesimais.

LEI DA SIMILITUDE
De acordo com a Lei da Similitude, pode-se constatar que a cura depende totalmente da primária Lei da Homeopatia, “Simillia Similibus Curentur”. A Lei dos Semelhantes foi apresentada pela primeira vez por Hipócrates em (460 – 370 a.C.). “O que dá febre a um homem são, cura um homem doente”. Postura filosófico-científica de Hipócrates sobre a valorização do doente e não da doença, a observação da individualização e a clínica do indivíduo humano.

Paracelso (1514-1564), químico experiente e competente, aceitava a teoria da “Força Vital”, conforme ensinamento de Hipócrates, mas não se limitava a aguardar as reações do organismo, procurando meios de estimulá-la. 

Nesse sentido, ele foi além dos efeitos dos medicamentos, buscando princípios ativos ocultos em cada substância para se chegar a medicamentos puros. Ele constatou que determinadas ervas e raízes apresentavam propriedades que provocavam adoecimentos e eram responsáveis pelo surgimento de doenças; buscou então a forma pura para o tratamento para esta enfermidade. Se por um lado Paracelso acreditava nessa forma, por outro, no século XVII Isaac Newton, na análise da Lei da Gravitação Universal, mostra a relação permanente dos semelhantes, que se lê em sua obra Principia “Simila Similibus”.


Hahnemann, sensibilizado com as observações de pesquisadores que o precederam e com registros na Matéria Médica de Dr. Willian Cullen sobre a toxicologia da substância química China e de sua semelhança com os sinais e sintomas da malária, iniciou seu uso em pacientes com esta doença, o que o permitiu estabelecer a Lei dos Semelhantes.



SIMILLIMUM
O Simillimum é a denominação dada ao medicamento que cobre a sintomatologia do indivíduo humano nos seus mais amplos e completos aspectos, a longo ou curto prazo. Este medicamento dentre os ministrados é o que mais similitude teria ao indivíduo tratado, sendo ideal por excelência para a cura e o equilíbrio do indivíduo adoecido. É o medicamento que produz a cura homeopática e o equilíbrio energético do indivíduo tratado. O Simillimum representa a esperança de cura do indivíduo doente e constitui o medicamento cujos sintomas totais apresentados pelo doente têm correspondência na respectiva patogenesia desencadeada por um remédio.

Tal definição, juntamente com a cura e equilíbrio destes seres, suscitou uma pesquisa envolvendo, não só o tema Homeopatia, mas, especificamente, o Simillimum que, mais do que nunca, fortalece a ideia de associação da totalidade de características dos indivíduos humanos com a totalidade de características dos medicamentos.

Nessa perspectiva, buscaram-se conhecimentos de cálculos matemáticos, com a finalidade de determinar um caminho que, aliado aos conhecimentos de Homeopatia, permitisse encontrar o Simillimum de cada indivíduo humano.

Assim, desenvolveu-se um aplicativo computacional para determinar de forma simples o Simillimum e consequentemente viabilizar o equilíbrio e, principalmente, a cura do indivíduo humano.

O programa criado é simples e de fácil manuseio. Recebeu a denominação de Princípio Vital, e sua finalidade é auxiliar os profissionais envolvidos com a Homeopatia a encontrar, de maneira eficiente e rápida, o Simillimum da pessoa sob seus cuidados.

O Simillimum é o medicamento ideal e único, pois a totalidade de suas características é semelhante à totalidade de características do indivíduo humano a ser tratado, conforme a Lei máxima da Homeopatia “Semelhante cura semelhante”. 

Se por um lado, algumas dificuldades como a escassez de material foram sanadas na determinação do Simillimum dos indivíduos humanos a ser tratados, por outro, buscou-se auxílio de outras áreas, como os cálculos matemáticos, por exemplo, que suscitaram um estudo prévio do aplicativo “Princípio Vital”. Dessa forma, da unificação de conhecimentos matemáticos, de informática e de Homeopatia, surgiu o desenvolvimento deste aplicativo.

A ideia da elaboração do aplicativo “Princípio Vital” surgiu da necessidade de métodos mais eficazes e rápidos na descoberta do Simillimum e em decorrência de observação da estagnação tecnológica da Ciência da Homeopatia, em comparação com outras Ciências, como a Medicina Alopática, a Odontologia, a Veterinária e principalmente a indústria Farmacêutica.

Nesse sentido, percebeu-se que houve uma interferência positiva da tecnologia quântica, Nuclear e informática, no que se refere às ciências: Medicina Alopática, Odontologia, Medicina Veterinária, Indústria Farmacêutica dentre outras, enquanto a Homeopatia permaneceu sem o benefício destas tecnologias. Isso significa que a integração de ideias não foi concretizada e que a Homeopatia continuou nos métodos e técnicas estabelecidos em meados século XIX.



PRINCÍPIO VITAL
O Princípio Vital, é um aplicativo compu-tacional desenvolvido para auxiliar o terapeuta homeopata a identificar o Simillimum do indivíduo humano.

Este aplicativo é constituído por um banco de dados, identificação do profissional, cadastro do cliente/paciente, investigação homeopática (anamnese), medicamentos (Aba auxiliar – consulta), Relatório de Resultado (com: Simillimum; Simillimum momentanum; Miasma; Miasma momentâneo; Medicamentos Antídotos, Complementares, Incompatíveis e que seguem ao Simillimum; Sugestão de repertorização para a queixa atual), Matéria médica para consulta e se necessário fazer a correlação com o Simillimum encontrado e uma enciclopédia para consulta. 

É por meio da investigação homeopática que se obtém os sinais e sintomas do cliente/paciente em atendimento. Nesse caso, pode-se afirmar que o aplicativo, ao receber as informações fornecidas pelo terapeuta, as processa no seu banco de dados, visando a escolha do Simillimum. Se o profissional tiver dúvidas quanto à escolha, recorrerá à opção da ferramenta “Medicamentos homeopáticos”. Verificada a correlação de semelhança entre cliente e o medicamento, concluirá que o medicamento é o Simillimum.

Dessa forma, pode-se dizer que de acordo com as respostas positivas dos clientes tratados, o Princípio Vital tem se mostrado um aplicativo eficiente, determinando o Simillimum verdadeiro para equilíbrio e cura, como estabelecido na Lei da Similitude. Dada a importância do Simillimum é possível que este aplicativo possa contribuir com uma minúscula chama para iluminar os caminhos obscuros que muitos profissionais ainda irão trilhar no exercício da Ciência da Homeopatia, em atendimento aos indivíduos humanos adoecidos.
___________________________

Em fase final de revisão, o aplicativo PRINCÍPIO VITAL estará disponível em breve para profissionais da homeopatia e para o público em geralwww.principiovital.com.br
_________________________

__________________________

Nenhum comentário:

O PLANETA DOS MACRÓBIOS

Por Francisco José Soares Torres Médico - Crateús - CE centromedicodecrateus@gmail.com "Para consolo ger...