05 agosto 2014

Nepal, uma surpresa em cada esquina

Por 
JOÃO BAPTISTA ALENCASTRO
Médico, escritor e aventureiro
Goiânia - GO
jbalencastro@uol.com.br








NEPAL, UMA SURPRESA EM CADA ESQUINA

Antes de tudo, este país fica encravado entre o Tibet e a Índia. Cheio de gente, gente alegre, amistosa e pequena. Sua capital, Katmandu, é um sonho oriental. Lugar onde pode-se viver tranquilamente com U$ 30 por dia, contando com refeição e habitação. Diz-se que o país é pobre, mas digno, belo. Suas montanhas com mais de 8.000 metros, incluindo o Sagarmata (mais popularmente conhecido como Everest) são a moldura permanente no horizonte.  
Sagarmata (Everest) e seus 8.848 metros de beleza

Ir lá é entregar-se ao vento frio dos dias e da majestade de suas cidades e vales. Comer um momo (pastelzinho indescritível de bom) logo cedo e também se deliciar com o mel - colhido após uma incrível perseguição de abelha amarrada com um fiozinho - é só o começo do dia. A fé é patente em todos os cantos. Monges e mais monges.
Os contrafortes do Himalaia, emoldurando tudo

O bairro do Tamel, em Katmandu é uma Babel descolada. Trekers, aventureiros em geral e escritores em particular, lá chegam e... ficam! Nenhum risco, nenhum assalto. Somente o sobressalto de encontrar uma edição do Tibetan Medical Paintings novinha em folha, dentro da caixa, por um preço inimaginável para os padrões ocidentais. 
Trajes têm uma identidade independente

Os templos são um caso à parte. Lindos, ricos em detalhes e curvas. A praça Durbar é inesquecível com seus tipos mais diferentes e até a janela onde a deusinha rainha Kumari pode aparecer e olhar para você. Não deixe de ir ao templo Bodnath, com o inefável estilo “stupa” com os olhos que tudo veem. 
O inefável templo Bodnath
Templos: a fé presente em todos os cantos

Garuda é um deus, um nome de hotel e uma história belíssima de deus-ave, amo lendas locais. Mergulhe um pouco no misticismo nepalês. Aproveite enquanto come o onipresente dhal bath, tem pouca pimenta, se comparar com a Índia... 
Praça Durbar e seus tipos inesquecíveis

Momo: uma das delícias do Nepal 

Demoraria páginas e páginas e não posso postar as centenas de fotos que lá saquei. Apenas digo que a trilha até o acampamento base é um programa para fortes e que qualquer trilha ou rumo que você tomar no Nepal vai ser legal.
Vento frio e coloridas paisagens no Campo Base
____________________________________________________
Saiba mais sobre o NEPAL
____________________________
BAIXE A REVISTA COMPLETA EM PDF
_________________________________



Nenhum comentário:

O PLANETA DOS MACRÓBIOS

Por Francisco José Soares Torres Médico - Crateús - CE centromedicodecrateus@gmail.com "Para consolo ger...